quarta-feira, 20 de junho de 2012

Relação empresa e vendedores



Relação empresa e vendedores

     Dois fatores,  são fundamentais para manter um vendedor estimulado e correspondendo as vendas; satisfeito com a empresa a qual representa e também mantendo bons resultados nas vendas. Estes fatores são: Formação profissional e valorização.

     Formação e valorização são distintas entre si, ou seja, uma empresa pode estar sempre qualificando seus profissionais de vendas, porém desestimulando-os ao não dar a sua equipe de vendedores o devido valor em seu trabalho, isto é, a empresa não ter políticas de motivacional com seus representantes.

     Dar formação aos profissionais de vendas é fundamental para que o vendedor mantenha-se qualificado para corresponder aos desafios que surgem com as novas tendências do mercado e também colabora no conhecimento de novas técnicas de vendas que ocorrem continuamente. A formação é necessária para que o vendedor esteja sempre atualizado com as políticas da empresa a qual representa e assim, mantenha seus clientes informados quanto as inovações da empresa, dos produtos ou dos serviços que lhe são oferecidos. Portanto, cada vez mais o mercado exige tanto do vendedor quanto das empresas que sejam mais profissionais e menos amadores.

     No entanto, observamos que muitas empresas atuam sistematicamente na qualificação de sua equipe de vendas, no entanto, tornam-se faculdades na formação de concorrentes por não valorizarem seu quadro de vendedores. Ou seja, por um lado, formam bons vendedores e por outro, os transforma em fortes concorrentes e isto simplesmente porque deixam de valoriza-los, acreditando que vendedores são apenas números ou peças fáceis de reposições e sabemos que não é bem assim, pois um bom vendedor é mais um grande obstáculo que se encontra como concorrente. É importante frisar que não existe desemprego para o bom vendedor ele sempre deixará sua empresa para empregar-se noutra no mínimo do mesmo porte e jamais para regredir.

     A motivação dada ao vendedor é muito simples; não exige grandes custos, nem grandes projetos, mas sim, consiste no respeito dado a ele como profissional e como pessoa. O que mais ouço de colegas de vendas são reclamações quanto ao tratamento dado para eles por suas representadas. Muitas vezes, as empresas tiram toda o prazer em vender  e o vendedor, mantém-se nela até que surja nova oportunidade noutra.

     Há empresas que por oferecem vários benefícios aos seus vendedores, sentem-se no direito de humilha-los para força-los a aumentar suas cotas de vendas. Conheço vendedores que dobram, triplicam suas cotas, no entanto, estão mantendo os vencimentos iguais de outrora, devido redução de percentuais de comissão e se queixam por não conseguirem dialogar com suas empresas.

     Em suma, uma empresa cresce na medida que possuem em seus quadros bons vendedores, e que os vejam como parceiros e não “inimigos”. Quando ela procura manter-los qualificados profissionalmente e também motivados progridem rapidamente. Por fim, é importante dizer que a motivação do vendedor consiste em ter bons vencimentos e sentir-se respeitado pela empresa que representa.

Ataíde Lemos
Escritor e poeta