quarta-feira, 20 de junho de 2012

Capacitação e reciclagem para manter-se no mercado



Capacitação e reciclagem para manter-se no mercado



Um amigo encontra o outro e pergunta:

—    Como vai? Quanto tempo, o que você tem feito?

—  Tudo bem. É! Faz um bom tempo que não nos vemos. Ando viajando muito, arrumei um novo emprego de vendas e fico a semana inteira fora.

—    Então, é por isto que não estamos mais nos vendo. Mas, e as vendas como estão?

—    Até que estão boas, o problema tem sido o custo para vender, as despesas cada vez mais acabam engolindo nosso lucro. Às vezes, até que conseguimos tirar uns bons pedidos, mas quando faz as contas, estamos trocando seis por meia dúzia.

—    Realmente, hoje precisamos fazer contas, pois, enquanto pensamos que estamos ganhando bem, pelo contrario, estamos trocando cebola apenas.

—    A profissão de vendas é muito boa, mas, como te disse, possui muitas despesas. São despesas com viagens, manutenção de veículo; despesas com tecnologia: telefone, internet. Despesas com impostos. Enfim, amigo, se a gente não for organizado, fazer uma boa programação de roteiro; visitar todos os clientes numa localidade, acaba-se tendo prejuízo. Às vezes, um emprego de menor remuneração, torna-se mais vantajoso. Além do que, o vendedor viaja muito e está sobre riscos constantes.

—    É verdade amigo. Não sou vendedor, mas trabalhando na área de administração, sei bem como que é, precisa-se ser bem organizado para que um bom negocio não acabe gerando prejuízos. Mas, o que você esta vendendo?

—    Estou trabalhando com produtos alimentícios. Uma empresa de enlatados: extrato de tomate, milhos, etc. Como minha visita é mensal, tenho uma região enorme de atuação o que acaba onerando muito as despesas. Mas, por outro lado, tenho uma carteira boa de clientes é o que tem me ajudado, pois acabo sempre fechando a semana cobrindo minhas metas. Mas, amigo hoje o vendedor que não procurar estar sempre se atualizando para acompanhar a dinâmica das vendas. O vendedor que não se organizar e procurar reciclar para torna-se um profissional fica fora do mercado, pois cada vez mais, vender tem exigido mais do vendedor. São clientes exigentes, a concorrência está acirrada e sempre deparamos com vendedores bem preparados e querendo ocupar seus espaços. Ou seja, se não trabalharmos corretamente, o mercado nos expulsa, haja vista o que te disse: o custo para vender está muito alto.

—    Você tem toda razão; e não é somente o ramo de vendas, mas toda atividade econômica exige do profissional capacitação. Na minha área, tenho visto muitas empresas fecharem as portas ou sendo encurraladas por outras, por não se atualizarem a realidade do mercado e das exigências do consumidor.É fundamental a informatização; possuir uma boa administração. O lucro tem se reduzido; as taxas de impostos cada tem cada vez mais onerado o empresariado. Ou seja, sem uma boa gestão além do comerciante ficar estagnado corre o risco de fechar as portas. Muitos tem me procurado para dar baixas em suas empresas.

—    Na minha área também está assim, os vendedores que não se reciclam, não se organizam estão mudando de profissão. Bem amigo, a conversa está boa, mas preciso ir, tenho uma visita agendada para daqui uma hora. Vamos combinar um dia domingo para nos encontrarmos para colocar a conversa em dia. Um grande abraço.

     —   Ok amigo, vou falar com a esposa e a gente combina sim, até mais.

Ataíde Lemos
Escritor e poeta

Facebook