sexta-feira, 15 de junho de 2012

Vendedor



Vendedor

            Já ouvi de muitos as seguintes frases: “vender é muito difícil” ou “se fosse vendedor morreria de fome”. Porém, se analisarmos bem, todos somos vendedores, ainda que não tenhamos ciência disto. Muitas vezes, ligamos a palavra vendas a dinheiro, mas, quantas vezes, vendemos idéias quando estamos num grupo discutindo alguns temas? Quando lideramos algum movimento em nossa comunidade ou mesmo quando fazemos parte de alguma instituição? Ou seja, de alguma maneira sempre estamos vendendo ou estamos comprando algo de alguém.

Para atuar na área de vendas não é preciso ser um expert, mas sim ser uma pessoa que almeja ser vencedora. Ser comunicativo, desinibido. Ser alguém que não encare as dificuldades como um fim, mas como desafios e a possibilidade de aprender com ele. Para ser um vendedor também é necessário que tenha um espírito guerreiro. Ser persistente, arrojado e principalmente, seguir regras de organização como planejamentos e constâncias nas visitas, ser perseverante. Ter conhecimento do produto ou serviço que propõe a vender e ter metas e objetivos bem traçados.

Quando iniciei nas vendas, o que mais procurava fazer era observar os meus colegas vendedores. Ficava atento em suas técnicas de vendas, em seus argumentos. Observava como eles se comportavam diante dos clientes e procura aplicar em minha pratica diária, não imita-los, mas adequar o que via para minha personalidade, então fui criando meu estilo próprio para vender.

Certa vez, lendo um livro, ele me ajudou muito refletir sobre vendas e entre tantas informações contidas nele, algo que me chamou atenção foi quando o autor diz que o vendedor precisa traçar planos a curto, médio e em longo prazo. Mas, não bastam objetivos sem ação, ou seja, é preciso que o vendedor delineie metas e procure cumpri-las no máximo possíveis. Certamente, ainda  que não consiga realiza-los, chegará bem próximos deles.

Li este e vários outros livros, ou seja, é importante que se busque ler livros sobre vendas para obter informações, aprender mais técnicas de abordagem. Através da leitura tive oportunidade de saber como estava me comportando na profissão. Muitas leituras me ajudavam fazer autocríticas, como também, perceber que estava no caminho correto. Certamente,a literatura contribui muito para a formação do vendedor

Um outro fator fundamental para atuar na área de vendas é ser honesto. Alguém que transmita confiança e segurança para o comprador. Evidentemente, estas características fazem parte da personalidade do individuo; fazem parte do caráter. O vendedor precisa conquistar o comprador e, agir corretamente com ele é fundamental para adquirir confiança

            Enfim, como exposto acima, não é difícil atuar na profissão de vendas, basta ter um perfil de pessoa agradável, ser alguém que procure conhecer a profissão e a partir disto atuar com seriedade, responsabilidade. Vontade e a organização somada ao trabalho diário no campo, vão delineando e formando o vendedor no seu dia a dia. A cada venda uma nova disposição em vender mais.



          Ataíde Lemos
           Escritor e poeta