domingo, 10 de junho de 2012

Atendimento um fator fundamental





Dois amigos comerciantes, donos de supermercados, encontram-se e logo começam a conversar:

- E ai Chico! Como andam as coisas? Faz tempo que não nos vemos! E o comercio como vai?

- Paulo tudo bem; você e a sua família, como vão, tudo bem? Pois é amigo, faz tempo que não nos encontramos. E continuou: quanto ao comercio vamos batalhando embora, as vendas andam devagar... a clientela hoje só quer preço.

- Verdade Chico, as vendas caíram bem, mas depois de alguns estudos andei mudando um pouco minha maneira de trabalhar. Hoje, tenho investido mais em atendimento do que propriamente o preço. E continuou falando: hoje os clientes estão mais exigentes. Estão exigindo qualidade de produtos, ambiente agradável e principalmente bom atendimento. 

- Mas! Paulo, o preço ainda é fundamental, você não pensa assim? Disse Chico.

Paulo respondeu

- Sim Chico, preço ainda é um item muito importante, mas pensa comigo: hoje todos comerciantes têm condições de competitividade em termos de preço, vejamos nosso caso: somente compramos por cotação, ainda que não tenhamos um grande comercio, somos associados e isto nos dá poder de compra. Sendo assim amigo, todos os comerciantes, de certa forma, acabam tendo preços competitivos, mas atendimento, este é um diferencial, pois, cada comerciante pode além de oferecer um bom atendimento no geral, também personalizar, ou seja, ter algo a mais no atendimento de agradar o cliente.

- Paulo sabe que não havia pensado nisto! Realmente, hoje preço já não é um fator tão importante, não porque os clientes não procuram preços, mas porque nós todos temos condição de sermos competitivos, mas a questão do atendimento este é um diferencial, pois muitos clientes ao entrar num supermercado gostam de serem bem atendidos.

- De fato Chico, todo cliente quer encontrar os produtos com facilidade; gostam de ambientes limpos, higiênico; atendentes alegres dos funcionários, clima de cordialidade, caixas ágeis, além claro, de preços bons. Outra coisa que também os clientes gostam é de promoções, isto é, ao fazer suas compras terem sempre alguns brindes para que possam concorrer. Sabe quando comecei a perceber isto? Continuou: quando passei a me colocar no lugar do cliente e me fazer perguntas. Em qual supermercado me sentiria bem para fazer minhas compras? Como gostaria de ser recebido? Então, fiz uma pesquisa nos meus concorrentes. Foi a partir destes questionamentos, dos pontos fracos dos meus concorrentes que adequei meu comercio, e isto, tem me proporcionado condições de manter uma boa clientela, apesar das dificuldades que nós todos conhecemos.

- É Paulo, preciso também fazer algumas mudanças em relação aos meus clientes, sempre trabalhei mais com o preço para atraí-los, mas tenho percebido que mesmo tendo bons preços, tenho encontrado muitas dificuldades em mantê-los. Infelizmente, tenho pecado muito no requisito de atendimento. E continuou: foi muito bom este nosso encontro e esta nossa conversa, pois você me ajudou a enxergar coisas que não estava percebendo. O cliente é a parte fundamental para o comércio, sendo assim, precisamos dar muita atenção a ele.

- Ok Chico. Bem amigo preciso ir, mas foi um grande prazer ter te encontrado por aqui. Vamos combinar reunir a família qualquer dias destes e aproveitamos para assar uma carne. Tenha um bom dia.


E assim os dois amigos comerciantes num abraço se despediram.


Ataíde Lemos