quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Qualidade de atendimento do vendedor



Certa vez, conversando com um amigo vendedor, ele me disse algo que jamais esqueci e que todos que atuam na área de vendas precisam ter em mente. Quem paga nosso salário é o cliente, da mesma forma que todo comerciante precisa ser consciente que quem lhe mantém é seu cliente. Portanto, é neste sentido que a qualidade do atendimento precisa cada vez mais ser aprimorada, procurando fazer dele o diferencial dos concorrentes.

Quando cito que, quem paga o salário do vendedor é seu cliente, evidentemente, não estou querendo afirmar que o vendedor deva trabalhar contra sua representada em favor do seu cliente, porém, ele precisa ter em mente que sua qualidade de atendimento deve ser uma máxima, sem que amanhã este cliente, sinta-se que o vendedor lhe empurrou produtos ou agiu pensando apenas em vender, ou ainda que o vendedor seja um profissional frio, que proporciona ao comprador certa antipatia, pelo contrário, que o vendedor deve alguém que traga uma energia positiva, seja cada vez mais eficiente e agradável, dê assistência de qualidade ao comprador.

O vendedor é profissional e deve agir como tal, porém, o comprador também é um profissional e tem a percepção de quando está sendo ludibriado pelo vendedor, portanto, é fundamental um profissionalismo do vendedor e isto está relacionado ao atendimento que inicia-se antes, durante e após a venda.

Um dos fatores fundamental para uma boa relação entre comprador e vendedor é a empatia, ou seja, é uma energia positiva que há e flui entre ambos. É muito comum, quando estamos numa sala de espera percebermos a relação de cordialidade e amizade entre compradores e vendedores, às vezes, deparamos até com certas intimidades entre eles. Na verdade, este relacionamento já significa metade de uma venda garantida. Ao passo que vemos também o contrário, ou seja, a simples presença de determinado vendedor observamos uma antipatia por parte do comprador, em relação a ele. Certamente, este fator já produz um efeito negativo da venda.

Portanto, o vendedor precisa apresentar uma imagem positiva e que vai de acordo com cada cliente, isto é, o vendedor precisa se adaptar as subjetividades dos clientes e não vice-versa. Por isto, é fundamental gostar do que faz e ter carisma para vendas. No entanto, é essencial que o vendedor esteja sempre atualizado no quesito atendimento, oferecendo ao cliente qualidade e todas as condições para que ele faça uma boa compra.

Ao vender para um cliente, na verdade, o comprador precisa também pensar no consumidor final, ou seja. se ele não oferece condições mercadológicas, ainda que passe pela primeira etapa da venda, isto é, vender ao comprador, não passará pela segunda etapa e mais importante que é a aceitação por parte do comprador final (consumidor). Muitas vendas são intermediarias, portanto, precisa convencer tanto o comprador quanto o consumidor e isto passa pelo processo de uma boa venda no sentido amplo da palavra, Portanto, é fundamental a importância da qualidade de atendimento antes, durante e após a venda, pois a assistência após a venda que também proporcionará ao vendedor a garantia de mais vendas.

Ataíde Lemos
Escrito e poeta